Torne-se perito

Mia Couto e Julian Fuks entre os convidados pela revista do New York Times a escreverem contos sobre pandemia

As histórias já estão disponíveis online e podem ser lidas em inglês na The New York Times Magazine.

colm-toibin,new-york-times,mia-couto,literatura,culturaipsilon,livros,
Foto
Mia Couto Nuno Ferreira Santos

Mia Couto e Julian Fuks estão entre os 29 escritores que foram convidados pela The New York Times Magazine (a revista do jornal norte-americano The New York Times)  para escrever contos inspirados pelo momento que o mundo atravessa, varrido pela pandemia de covid-19, no âmbito de um projecto intitulado Decameron

Os escritores moçambicano e brasileiro são os únicos autores de língua portuguesa a figurar na lista, que integra ainda nomes como Margaret Atwood, Karen Russell, David Mitchell, Colm Tóibín, Paolo Giordano, Leila Slimani, Rachel Kushner e Kamila Shamsie.

O Projeto Decameron ganhou o nome inspirado pela obra-prima de Giovanni Bocaccio, uma colecção de cem novelas escritas entre 1348 e 1353, quando a Peste Negra devastou Florença.

Decameron está estruturado como uma história composta por cem contos, contados por um grupo de sete raparigas e três rapazes que se abrigam numa vila isolada de Florença, para fugir da peste.

Da mesma forma, “à medida que a pandemia de covid-19 foi varrendo o mundo”, a The New York Times Magazine pediu “a 29 autores que escrevessem novos contos inspirados pelo momento”, porque “quando a realidade é surreal, apenas a ficção pode fazer sentido”, como se lê na página online da publicação, que tem todos os contos disponíveis para leitura. 

Edwidge Danticat, Tommy Orange, Charles Yu, Victor Lavalle, Uzodinma Iweala, Liz Moore, Etgar Keret, Mona Awad, Andrew O'Hagan, Téa Obreht, Alejandro Zambra, Dinaw Mengestu, Rivers Solomon, Yiyun Li, Dina Nayeri, Esi Edugyan, Laila Lalami, John Wray e Matthew Baker são os restantes autores integrados neste projecto.

Sugerir correcção