É no 12.º ano que continua a haver mais chumbos. Aconteceu a 22,6% dos alunos em 2019

Taxas de retenção estão em queda, mas os anos com mais reprovações são sempre os mesmos. Como é sempre igual a relação entre o desempenho escolar e o meio de origem dos alunos.

Taxa de retenção no 12.º ano foi a mais baixa em quase duas décadas
Foto
Taxa de retenção no 12.º ano foi a mais baixa em quase duas décadas Paulo Pimenta

O 12.º ano continua a ser aquele em mais alunos chumbam, mas a taxa de retenção no final do ensino secundário tem estado em queda e em 2019 atingiu o seu valor mais baixo em quase duas décadas: 22,6%. No total foram cerca de 15 mil os estudantes que no ano passado chumbaram no final do secundário. No início do século este número rondava os 33 mil, o que correspondia a mais de metade dos alunos inscritos no 12.º ano como se verifica pela taxa de retenção registada em 2001: 52,5%