Karina Lago/Unsplash
Foto
Karina Lago/Unsplash

Discoteca galega recebe DJ portugueses para celebrar reabertura de fronteiras

Pete Tha Zouk e Mayze Faria, com G-Soul, Rafael Barros b2b Ricardo Ribeiro e Urze são os DJ portugueses confirmados no evento que acontece este sábado. A entrada custa oito euros e promete ser uma “grande noite ibérica”.

A discoteca Queen, em Sanguiñeda, na Galiza, vai receber um conjunto de DJ portugueses no sábado, 11 de Julho, para “celebrar a abertura de fronteiras depois de meses encerradas” e numa altura em que, do lado português, estes espaços continuam fechados.

Iberian Connection, nome do evento, vai receber as actuações de Pete Tha Zouk e Mayze Faria, com G-Soul, Rafael Barros b2b Ricardo Ribeiro e Urze. A entrada no que a discoteca classifica de uma “grande noite ibérica” tem o custo de oito euros.

Esta segunda-feira, 7 de Julho, a Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) defendeu a reabertura dos bares e discotecas, ressalvando que, caso não seja viável, o Governo deve acolher as propostas de apoio apresentadas, evitando a destruição deste sector.

“A AHRESP, reconhecendo os riscos sanitários que todos atravessamos, não pode deixar de considerar que a abertura destas empresas deve acontecer mesmo que, para tal, as autoridades sanitárias devam exigir condições de segurança no seu funcionamento”, defendeu, em comunicado, a associação.

Neste sentido, a AHRESP apresentou à tutela uma proposta de guia de boas práticas para animação nocturna.

Porém, a associação sublinhou que, caso estes espaços permaneçam encerrados, as autoridades devem avançar com um programa de discriminação positiva “no sentido de proporcionar as condições económico-financeiras que permitam evitar insolvências em massa com as consequências previsíveis”.

Sugerir correcção