ICA vai apoiar nove projectos de ficção e documentário para televisão com 2,4 milhões de euros

Foram apresentadas 64 candidaturas de séries de ficção ou documentais, telefilmes ou filmes documentários

sic,joao-canijo,rtp,televisao,cinema,culturaipsilon,
Foto
Mantiha foi uma das personagens de Sul, série protagonizada pelo actor Afonso Pimentel e produzida para a RTP DR

Nove projectos de ficção e documentário para televisão, na sua maioria séries, vão receber 2,4 milhões de euros de apoio financeiro, revelou o Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA).

Estes 2,4 milhões de euros dizem respeito ao apoio financeiro à produção audiovisual e multimédia, ainda dos concursos de 2019 do ICA, aos quais foram apresentadas 64 candidaturas de séries de ficção ou documentais, telefilmes ou filmes documentários.

De acordo com decisão do júri, revelada pelo ICA, foi aprovado apoio financeiro a seis séries de ficção, uma série documental e dois documentários.

A maior fatia financeira, de 468 mil euros, vai para a série de ficção A Viúva Negra, da produtora SPI para a SIC, com realização de Simão Cayatte, a partir da história verídica de uma mulher condenada a pena de prisão por roubos a 12 bancos com uma arma falsa.

O ICA irá ainda apoiar, com 415 mil euros, a minissérie de ficção Quando Amar É Pecado, de António Borges Coelho, produzido por Maria & Mayer para a TVI, e com 400 mil euros a série Histórias da Montanha, de Luís Galvão Teles, produzida pela Fado Filmes para a RTP.

Dos mesmos criadores da série policial Sul, da produtora Arquipélago Filmes, o ICA apoiará com 320 mil euros a produção de Matilha para a RTP, com realização de José Henrique Fonseca e argumento de Edgar Medina, Guilherme Mendonça, Patrícia Muller e Rui Cardoso Martins.

Matilha, que deverá ter oito episódios, centra-se num “pequeno marginal lisboeta que tenta reabilitar-se”, lê-se na sinopse. Matilha era uma das personagens de Sul, protagonizada pelo actor Afonso Pimentel.

A série de ficção Linha de Água, de João Canijo, produzida pela Midas Filmes para a RTP, receberá 250 mil euros, e a série Na Porta ao Lado, de Patrícia Sequeira para a SIC, foi contemplada com 237 mil euros.

A série documental Diários de Tomás de Mello Breyner, de Manuel Mozos e Luís Correia para a RTP, sobre o médico e avô de Sophia de Mello Breyner Andresen, receberá 150 mil euros.

Neste programa, o ICA apoiará ainda dois documentários, com 80 mil euros cada: Naçara e os Apanhadores de Conchas, de José Nascimento e Ana Piçarra para a NOS Lusomundo TV, e A Minha Avó Cesária Évora, de Ana Sofia Fonseca para a RTP.

Os resultados deste concurso de apoio são anunciados publicamente cerca de nove meses depois do encerramento do concurso, ocorrido em Setembro de 2019.

Actualmente está em curso o apoio de 2020, também com o valor de 2,4 milhões de euros, concurso que encerra em Outubro deste ano.

Sugerir correcção