Von der Leyen sob fogo por envolvimento na campanha eleitoral da Croácia

Já há um pedido de investigação à mensagem de apoio à reeleição do primeiro-ministro, Andrej Plenkovic da presidente da Comissão Europeia. Porta-voz admitiu “um erro não intencional”, mas rejeita que tenha sido violado código de conduta.

partido-popular-europeu,comissao-europeia,mundo,uniao-europeia,eleicoes,croacia,
Foto
Andrej Plenkovic e Ursula von der Leyen pertencem à mesma família política do Partido Popular Europeu Reuters/ANTONIO BRONIC

Através do seu porta-voz, a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, reconheceu que “houve um erro não intencional” na sua identificação num vídeo da campanha eleitoral do partido União Democrática Croata (HDZ) do primeiro-ministro, Andrej Plenkovic, vencedor das legislativas deste domingo, com 60% dos votos. Mas não entende que o seu envolvimento na política interna de um dos Estados membros da União Europeia​ configure uma “quebra” do Código de Conduta dos membros do executivo comunitário, nem vê necessidade de se desculpar.