Reforço de apoios dá mais uma hora semanal a cada turma, dizem directores. “É pouco”

Reforço de recursos humanos anunciado pelo Ministério da Educação vai ser usado para responder a problemas anteriores do sistema de ensino, como o envelhecimento dos professores e a falta de funcionários, consideram dirigentes.

educacao,sociedade,escolas,professores,
Foto
Paulo Pimenta

Os directores escolares já fizeram contas: na generalidade dos casos, o reforço de créditos horários às escolas (que permite dar aos alunos apoios extra) vai dar direito a mais uma hora semanal por cada turma. O número “é insuficiente”, defende o presidente da Associação Nacional de Directores Escolares (ANDE), Manuel Pereira. O pacote de medidas anunciado pelo Governo nesta sexta-feira fica aquém das suas necessidades, defende.