Entrevista

Duarte Cordeiro: “Não consigo dizer que o grosso do problema está” nos bairros pobres

O coordenador da região de Lisboa e Vale do Tejo faz o balanço da covid-19 em Lisboa e Vale do Tejo e pede “humildade” na exigência com que se olha para os indicadores, pois, sustenta, as variáveis essenciais não estão postas em causa, nem se pode dizer que não há “sucesso” no combate à pandemia nesta região.

camara-lisboa,saude,politica,antonio-costa,lisboa,governo,
Foto
Duarte Cordeiro, secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares, está a coordenar o combate à pandemia na região de Lisboa e Vale do Tejo Rui Gaudêncio

O coordenador da região de Lisboa e Vale do Tejo (LVT) para a gestão da covid-19, Duarte Cordeiro, considera que as críticas manifestadas por Fernando Medina sobre o combate à pandemia na região “são comentários absolutamente legítimos”. Abordando as dificuldades concretas da Grande Lisboa, alerta: “Não é expectável que consigamos resolver todos os problemas estruturais que tínhamos antes da covid, para responder à covid.” O também secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares garante que o problema dos bairros com condições precárias tem solução prevista pelo Governo para 2024. Já quanto ao problema dos transportes rodoviários privados, lembra que o Governo garantiu a solução no Orçamento Suplementar, mas não deixa de salientar que “a gestão dos transportes rodoviários é da AML” (liderada por Fernando Medina).