Sofia Araújo afastada do Estrella Damm Open

A jogadora portuguesa perdeu nos quartos-de-final do torneio do World Padel Tour que está a ser disputado em Madrid.

Sofia Araújo
Foto
Sofia Araújo foi derrotada pelas n,º 7 do ranking mundial WPT

Depois de duas boas vitórias no torneio que assinala o regresso do World Padel Tour, Sofia Araújo foi nesta sexta-feira afastada nos quartos-de-final do Estrella Damm Open 2020. No Palacio de los Deportes San Pedro Alcántara, em Madrid, a jogadora portuguesa e a argentina María Virginia Riera não conseguiram contrariar o favoritismo da dupla espanhola formada por Gemma Triay e Lucia Sainz, as n.º 7 do ranking mundial, e foram batidas com os parciais de 6-3 e 6-3 em pouco mais de uma hora.

Depois de na véspera disputarem uma maratona de quase três horas frente a Alba Galán e Victoria Iglesias, Araújo e Riera tentavam alcançar pela primeira vez as meias-finais de um torneio do WPT, mas as espanholas não se deixaram surpreender.

Triay e Sainz, que no torneio inaugural do circuito, disputado em Março em Marbella, já tinham disputado as meias-finais, conseguiram quebrar por uma vez o serviço à dupla luso-argentina no primeiro set, fechado o parcial em cerca de 38 minutos: 6-3.

Com serviço de Riera, o segundo set começou com novo break conseguido por Triay e Sainz e, na frente do marcador, as jogadoras que no ano passado disputaram duas finais do WPT não mais perderam o controlo e, com nova quebra de serviço, tiveram três match-points​ para fechar o encontro com um 6-2, mas no oitavo jogo foi a vez de Sofia e Rieira fazerem um break.

A partida parecia relançada para a n.º 29 do ranking mundial, mas a experiência das espanholas revelou-se decisiva. Na resposta, Triay e Sainz ganharam o jogo, selando o apuramento para as meias-finais com um duplo 6-3.

O Estrella Damm Open 2020 ficou marcado pela ausência de Ana Catarina Nogueira. A atleta do Porto ficou impedida de disputar o torneio que assinala o regresso do Word Padel Tour após Delfina Brea, com quem volta a fazer par este ano, acusar positivo num teste de despistagem à covid-19.

Sugerir correcção