Paulo Sousa de saída do Bordéus

Treinador português terminou a temporada no 12.º lugar. Tinha contrato até 2022.

bordeus,desporto,liga-francesa,futebol-internacional,
Foto
Paulo Sousa ainda tinha mais dois anos de contrato Reuters

Paulo Sousa vai abandonar o comando técnico do Bordéus. A notícia foi avançada nesta sexta-feira pelo clube, depois de uma época apenas como treinador da formação francesa.

“Damos conta da decisão de Paulo Sousa de abandonar o clube quando o contrato ainda nos liga por dois anos”, anunciou o clube em comunicado, adiantando que “lamenta” o desfecho da relação com o técnico português.

O jornal L'Équipe revela que Paulo Sousa, cujo contrato terminava em 2022, já comunicou aos jogadores a decisão de sair.

De acordo com a imprensa francesa, na base da decisão estarão incompatibilidades com a actual direcção do clube. Esse clima de tensão já se tinha sentido em Agosto do ano passado, com Paulo Sousa a criticar abertamente a forma como tinha sido gerido o mercado de transferências, por entender que as saídas do plantel não foram devidamente compensadas com reforços.

O Bordéus terminou a Liga francesa 2019-20 num modesto 12.º lugar.

Sugerir correcção