Profissionais do SNS “não deram o litro, deram o garrafão” na pandemia. Agora um manifesto pede a salvação de ambos

O documento foi apresentado no Infarmed, em Lisboa, numa conferência em que o pneumologista Filipe Froes afirmou que o país não andou tão bem na fase do desconfinamento, ao contrário do que fizera na de mitigação.

covid19,coronavirus,marta-temido,saude-publica,sns,sociedade,
Foto
Os profissionais do SNS deram tudo durante a pandemia, disse Filipe Froes Miguel Manso

O Serviço Nacional de Saúde (SNS) soube adaptar-se para responder à pandemia de covid-19 apesar das suas fragilidades, e os seus profissionais envolvidos nesta luta “não deram o litro, deram o garrafão”, mas agora é altura de olhar para o futuro. A expressão e a conclusão é do pneumologista Filipe Froes, que esta terça-feira abriu a conferência Salvar o SNS – Estamos do Lado da Solução, no Infarmed, em Lisboa. No encontro foi apresentado um manifesto com o mesmo título, desenhado por 20 subscritores, nos quais o especialista se inclui, e que procuram assim apresentar propostas concretas para repensar o SNS.