A pandemia contaminou as democracias? Sim, em 82 países

As medidas musculadas tomadas em muitos Estados a pretexto do coronavírus agravaram o declínio dos regimes democráticos. Os investigadores da rede Varieties of Democracy falam em “retrocesso pandémico”. Portugal não apresenta sinais de perigo.

Foto
Timon Studler

As medidas de emergência tomadas um pouco por todo o mundo para conter a pandemia de covid-19 serviram aos Estados para fazer frente a situações excepcionais, limitando temporariamente liberdades e direitos cívicos e concentrando poder nos governos. Contudo, isto agravou o declínio da democracia em pelo menos em 82 países, contabiliza o primeiro projecto de investigação à escala mundial sobre os efeitos sobre a democracia das medidas excepcionais e de emergência durante a pandemia, elaborado no âmbito do projecto Varieties of Democracy (V-Dem) sediado na Universidade de Gotemburgo (Suécia), agora concluído.