A “rachadinha” de Flávio pode ser uma machadada no “bolsonarismo”

As investigações sobre um esquema de corrupção a envolver o filho mais velho do Presidente brasileiro estão a fragilizar Bolsonaro e expõem laços da família ao submundo do crime do Rio de Janeiro.

policia,lavajato,corrupcao,mundo,brasil,america,
Foto
O filho do Presidente nunca deixou de mostrar desconforto com as investigações Reuters/ADRIANO MACHADO

Atibaia, uma pequena cidade no interior do estado de São Paulo, está a transformar-se numa espécie de cemitério de governos. É lá que fica uma quinta que está no centro de um dos processos de corrupção que envolve o ex-Presidente Lula da Silva, pelo qual já foi condenado. E também foi lá que há menos de duas semanas foi detido Fabrício Queiroz, o ex-assessor de Flávio Bolsonaro e o pivô das investigações sobre um alegado esquema de corrupção que envolve o primogénito do Presidente brasileiro, eleito com a promessa de limpar um país traumatizado pela Lava-Jato.