Torne-se perito Reportagem

A viver entre o vírus há 70 dias, eles são a “família” de quem não tem ninguém

A Pousada da Juventude da Rua Andrade Corvo, em Lisboa, está desde meados de Abril a receber pessoas infectadas com o novo coronavírus, que não têm condições nas suas casas para cumprir a quarentena. Mas aquele é muito mais do que um local de acolhimento. “Temos que ser aqui a família deles.”

Marta Rosário bate à porta do quarto de Nisha. “Olá! Há um enfermeiro que quer falar consigo.” Põe o telefone em alta-voz, ele apresenta-se e pergunta-lhe como se tem sentido, que sintomas tem. Nisha responde, em inglês, que está bem, mas que ainda não recuperou o olfacto.