Mapas é um centro cultural que é uma carrinha que é um lugar de partilha

Apesar do cancelamento do Festival A Porta, Leiria ganhou um projecto itinerante. Há concertos, conversas e artes visuais, que vão do centro da cidade à periferia, entre 1 e 12 de Julho.

festival,cultura,artes,culturaipsilon,
Foto
Este ano o Festival A Porta dá lugar ao Mapas: um palco itinerante que vai andar por Leiria de 1 a 12 de Julho e ao qual subirão concertos, espectáculos para a infância, conversas, cartas e artes visuais nuno ferreira santos

Mapas não é um festival. Não o pode ser, pelo menos não este ano. Mas é muitas outras coisas: é um centro cultural, é uma carrinha, é um espaço de partilha e um ponto que liga uma comunidade por estes dias obrigada a um distanciamento físico. A este palco itinerante, que vai andar por Leiria de 1 a 12 de Julho, subirão concertos, espectáculos para a infância, conversas, cartas e artes visuais.