Mais de metade dos jovens portugueses joga online e 17% fazem-no a dinheiro

Cerca de 17% dos jovens portugueses gastam seis ou mais horas por dia nas redes sociais, segundo um estudo divulgado nesta sexta-feira. Mais de um quarto assume ter tido problemas decorrentes da Internet, como quebra de rendimento na escola e mal-estar emocional. Quanto aos restantes vícios, o tabaco está a diminuir, o álcool e a cannabis nem por isso.

jovens,drogas,consumo,saude,sociedade,portugal,
Foto
Cerca de 17% dos jovens passam seis ou mais horas por dia nas redes sociais e outros tantos dedicam-lhes entre quatro e cinco horas por dia Paulo Pimenta

Mais de metade dos jovens portugueses (58,3%) costuma jogar online, fixando-se nos 17% os que jogam a dinheiro (apostas). O estudo Comportamentos Adictivos aos 18 anos, elaborado com base no inquérito que o Serviço de Intervenção nos Comportamentos Adictivos e Dependências (SICAD) aplicou a mais de 86 mil jovens que no ano passado foram chamados a participar no Dia da Defesa Nacional, concluiu que a Internet está a ganhar espaço nos vícios dos jovens: 17% dos jovens gastam seis horas ou mais por dia nas redes sociais, numa proporção semelhante aos que se passeiam pelo Facebook, Instagram, TikTok e similares entre quatro e cinco horas do seu dia.