Mais de 1300 casos de violência contra profissionais de saúde. Notificações atingem número recorde

Direcção-Geral da Saúde contabiliza, desde 2006, 5611 notificações. Enfermeiros e médicos são as principais vítimas e a maioria das situações são de assédio moral e violência verbal. Mas também há registo de agressões físicas.

Foto
Manuel Roberto

Foram 1355 as notificações de incidentes de violência contra profissionais de saúde registadas na plataforma da Direcção-Geral da Saúde (DGS) referentes ao ano passado. O sistema, que existe desde 2006, contabiliza um acumulado de 5611 notificações desde que foi criado. Enfermeiros e médicos são as principais vítimas e a maioria das situações são de assédio moral e violência verbal. Mas também há registo de agressões físicas.

Sugerir correcção