Opinião

O Douro está em pé de guerra às portas da vindima

Viticultores e comerciantes de vinho exigem do Governo medidas para enfrentar “uma crise económica de dimensões sem precedentes” na região.

vinhos,vinhos-cronica,douro,fugas,opiniao,agricultura,
Foto
Adriano Miranda

O Conselho Interprofissional do Instituto dos Vinhos do Douro e Porto (IVDP), o órgão que junta os representantes dos viticultores e do comércio, tornou pública esta semana uma declaração a exigir uma reunião urgente ao Governo e medidas para enfrentar “uma crise económica de dimensões sem precedentes” na região. A declaração é assinada pelas duas profissões, numa comunhão pouco habitual e que deixa de lado o presidente do IVDP, Gilberto Igrejas, por inerência presidente também daquele conselho.