Presidente de sindicato dos juízes e Clara Sottomayor em risco de punição disciplinar por queixas cruzadas

Juíza do Supremo tem ainda uma averiguação disciplinar a correr devido a comentários que fez no Facebook a propósito do caso da morte de Valentina.

sociedade,portugal,facebook,supremo-tribunal-justica,justica,tribunal-constitucional,
Foto
Rui Gaudencio

O presidente da Associação Sindical dos Juízes Portugueses (ASJP), Manuel Ramos Soares, está a ser alvo de um inquérito disciplinar que também está a avaliar a eventual violação de deveres profissionais por parte da queixosa, a juíza do Supremo Tribunal de Justiça, Clara Sottomayor. Esta magistrada tem igualmente a correr uma averiguação relacionada com comentários que fez no Facebook a propósito do homicídio de uma criança de nove anos, Valentina, que alegadamente terá sido assassinada pelo pai e pela madrasta.