Ípsilon

Museus

Curadores do Museu Guggenheim denunciam “ambiente de trabalho que permite o racismo”

Dos 25 curadores da instituição nova-iorquina, 23 são brancos. Director-geral diz-se disposto a encetar um diálogo para que a fundação seja “mais diversa e acolhedora para todos”. Directora artística, criticada pela curadora da grande exposição dedicada a Basquiat, inicia um período sabático de três meses a partir do dia 1 de Julho.