Grupo Amorim fica com maior fatia de apoio para substituir eucaliptos por floresta resiliente

Empresa que detém herdade no Tejo Internacional recebe 438 mil euros de projecto-piloto financiado em 2020 por 1,46 milhões do Fundo Ambiental.

Foto
ADRIANO MIRANDA

Quase um terço do programa lançado pelo governo para compensar proprietários que queiram substituir eucaliptais por espécies autóctones vai para a empresa do grupo Amorim que detém a Herdade da Baliza, no Parque Natural do Tejo Internacional.