25 bloggers portugueses lançam o livro Viagens de uma Vida com histórias de 25 países

“Venha visitar Portugal... mas leve na bagagem o resto do mundo”, sugere a Associação, que assim lança o seu primeiro livro.

fugas,instagram,facebook,turismo,india,bangladesh,
Foto

A Associação de Bloggers de Viagem Portugueses (ABVP) tem pronto o livro Viagens de uma Vida, que compila as aventuras mais marcantes de 25 dos seus associados. Há alguns dias espalhados pelo mapa de Portugal — prolonga-se pelas próximas semanas a iniciativa #euficoemportugal — , os membros da ABVP sugerem agora que levemos “o mundo na bagagem”.

“Venha visitar Portugal... mas leve na bagagem o resto do mundo”, sugere a Associação, que assim lança o seu primeiro livro, um percurso por 25 países nos cinco continentes, uma “oportunidade de idealizarmos e sonharmos com as nossas próximas viagens enquanto saboreamos os encantos de Portugal”, resume Filipe Morato Gomes, presidente da ABVP.

PÚBLICO -
Foto
Filipe Morato Gomes

Viagens de uma Vida veste-se de cores para o Festival Holi, em Varanasi, na Índia, recupera a luta pela sobrevivência no campo de refugiados Rohingya em Cox’s Bazar, no Bangladesh, acompanha a mítica Rota 40, no sul da Argentina, e vive das paisagens inóspitas da Gronelândia e de Madagáscar.

“Viajar é uma inigualável forma de crescimento e de enriquecimento pessoal”, acrescenta Filipe Morato Gomes. Este primeiro livro da ABVP, diz, pretende “celebrar a viagem e tudo o que esta pode fazer por nós e pelos outros”. “Queremos que o leitor se sinta inspirado para partir, explorar e descobrir-se”.

A obra (uma edição Idioteque; preço de capa 15 euros) chega às livrarias a 23 de Junho e será lançado na vila de Castro Laboreiro, Melgaço, num evento que será transmitido online através da página de Facebook da ABVP pelas 13h.

PÚBLICO -
Joland
PÚBLICO -
Viajar Entre Viagens
PÚBLICO -
A Crush On
Fotogaleria
Joland

“O livro fala de lugares, mas também de medos que são superados, de desconfortos que são tornados desafios, de liberdades incondicionais que só o longe e o atirar-nos no desconhecido nos permitem, assim nos consigamos soltar de nós mesmos e das nossas amarras físicas e psicológicas”, acrescenta Rui Barbosa Batista, autor do blogue Bornfreee e vice-presidente da ABVP.

Manuel Andrade, da Idioteque, fala de uma obra “inspiradora e mundividente”. O segundo livro da série, a lançar em 2021, será inteiramente dedicado a Portugal, como epílogo da iniciativa #euficoemportugal.

PÚBLICO -
Foto
Sugerir correcção