Covid-19 em Lisboa: Comércio alega que “aumento dos casos não se deve” ao horário das lojas

Associação de Marcas fala em agravamento da situação do sector e volta a pedir repartição de sacrifícios entre lojistas e senhorios. Centros comerciais “poupados”, mas com ameaça de maior fiscalização.

comercio,economia,
Foto

Não são radicais, mas o Governo anunciou algumas medidas restritivas para a Área Metropolitana de Lisboa, com o propósito de travar os casos de contágio de covid-19, como a limitação do horário, até às 20h, das lojas de comércio e cafés, e a proibição de venda de bebidas pelos restaurantes, que podem continuar abertos até mais tarde, mas para servirem refeições. A Confederação do Comércio e Serviços de Portugal (CCP) considera que esta limitação vem prejudicar “a já lenta retoma da actividade económica” na região.