Família real britânica em desconfinamento: Isabel II, William e Kate apoiam empresas

“Como muitas organizações em todo o país estão a reabrir, envio os meus melhores votos e apoio às comunidades empresariais em todo o Reino Unido, Commonwealth e em todo o mundo”, disse a rainha Isabel II.

inglaterra,comercio,monarquia,isabel-ii,reino-unido,europa,
Foto
Kate contou que os seus três filhos plantaram tomateiros junto à casa, durante o confinamento Reuters/Peter Nicholls

A rainha Isabel II, o seu neto príncipe William e a mulher Kate optaram por demonstrar o seu apoio aos negócios, à medida que é levantado o confinamento imposto pelo surto do coronavírus SARS-CoV-2, tendo a monarca elogiado as empresas pela sua resposta “num momento de grandes dificuldades”.

A economia da Grã-Bretanha sofreu um duro golpe depois de o Governo ter imposto o confinamento em Março, que obrigou ao encerramento de todos os retalhistas não essenciais, tendo os números de sexta-feira mostrado que o crédito público tinha atingido um nível recorde e que a dívida tinha ultrapassado 100% da produção económica.

No entanto, houve algumas notícias mais positivas para o sector, com as vendas a recuperarem muito mais fortemente no mês passado do que o esperado e, esta segunda-feira, observaram-se longas filas quando muitas lojas em Inglaterra reabriram as suas portas.

A message from Her Majesty The Queen to the British Chambers of Commerce

As many organisations around the country are reopening, I send my warmest best wishes and support to business communities throughout the United Kingdom, Commonwealth and across the world. At a time of great difficulty for many, it is heart-warming to see the civic response and generosity of so many businesses, small and large, to the challenges posed, whether supporting the health sector or vulnerable communities.

“Como muitas organizações em todo o país estão a reabrir, envio os meus melhores votos e apoio às comunidades empresariais em todo o Reino Unido, Commonwealth e em todo o mundo”, disse a rainha Isabel II numa mensagem dirigida às câmaras de Comércio britânicas, de que é padroeira.

“Num momento de grandes dificuldades para muitos, é reconfortante ver a resposta cívica e a generosidade de tantas empresas, pequenas e grandes, aos desafios colocados, quer apoiando o sector da saúde, quer as comunidades vulneráveis.”

Também num manifesto sinal de apoio às empresas, William e Kate visitaram, respectivamente, uma padaria e um centro de jardinagem, em Kings Lynn, no Leste de Inglaterra, para ver como os negócios tinham lidado com este período.

No seu primeiro compromisso presencial desde o confinamento, Kate conversou com os clientes e encheu um carrinho de compras com plantas do centro de jardinagem, revelando que os seus três filhos tinham, durante este tempo, plantado tomateiros junto à casa. Porém, a duquesa de Cambridge não deixou de reparar como o medo ainda paira no ar: “Quando fazemos as nossas compras, notamos que toda a gente mantém a cabeça baixa, tornando difícil a interacção social”, observou.

Sugerir correcção