Ípsilon

Entrevista

Angela Davis: “Acabar com o racismo é também acabar com os grandes problemas do mundo”

Activista dos direitos dos negros e das mulheres, ligada à esquerda radical, filósofa, é pela primeira vez editada em Portugal. 50 anos depois de um julgamento que fez dela um mito. É nome de canção, dos Rolling Stones ou de John Lennon. “A música e a cultura ajudam a uma consciencialização mais profunda dos problemas da sociedade. Se as canções com o meu nome fizeram ou ainda fazem isso, fico feliz”, diz-nos.