Parlamento vai devolver ao Tesouro 8 milhões não usados nas campanhas eleitorais

São subvenções que estavam previstas para as eleições autárquicas de 2013 e 2017 e para as europeias do ano passado.

eduardo-ferro-rodrigues,assembleia-republica,subvencoes-,politica,eleicoes,governo,
Foto
Dado Ruvic

A Assembleia da República vai devolver à Direcção-Geral do Tesouro quase oito milhões de euros que se destinavam a pagar as subvenções estatais às campanhas eleitorais mas que não foram usados em três campanhas – as das autárquicas de 2013 e 2017 e a das europeias do ano passado. São exactamente 7.912.857,73 euros que serão devolvidos e estão inscritos no primeiro Orçamento Suplementar do Parlamento para este ano que é votado nesta sexta-feira em plenário e ao qual o PÚBLICO teve acesso.