Quebra na venda de carros em Portugal é a segunda maior da Europa

Países como Espanha e Alemanha apoiam a produção e a compra de carros com subvenções e cortes fiscais. Portugal recusa essa via. Matos Fernandes diz que a aposta é o transporte público.

uniao-europeia,ambiente,europa,transportes,co2,alteracoes-climaticas,
Foto
Vendas caíram 53,2% em Maio e estão a recuar 41,5% entre Janeiro e Maio, em termos homólogos LUSA/FAZRY ISMAIL (Arquivo)

Os dados da Associação de Construtores Europeus de Automóveis (ACEA) mostram que a compra de carros ligeiros de passageiros em Maio registou uma quebra de 53,2%, apesar da reabertura progressiva da economia em muitos países, como Portugal. No espaço da União Europeia (UE), as vendas em Maio de 2019 tinham sido de 1.217.259 unidades. Um ano volvido, venderam-se 581.161 em Maio de 2020.