Ípsilon

Coronavírus

Casa da Música: a tempestade anunciada que ninguém viu chegar

Há um mês e meio que a gestão da Casa da Música é fustigada em manifestações de rua e nas redes sociais perante o persistente silêncio da administração, que esta terça-feira é ouvida no Parlamento. Anos de cortes constantes e uma anémica política de recursos humanos criaram o cenário para que o impacto da pandemia desencadeasse um movimento de protesto cuja crescente agressividade ninguém soube prever.