,Peixe oleoso
NELSON GARRIDO

Ó freguês, há sardinha e há carapau lindo! Olhó carapau manteiga!

Os santos populares rimam com sardinha, mas os stocks desta espécie inspiram alguns cuidados. Uma forma inteligente de ajudarmos a recuperá-los é comendo mais carapau. É abundante, variado, barato e dá para muita receita saborosa. Conhece o misterioso carapau manteiga?

A loucura dos portugueses por sardinha terá começado na primeira dinastia. O povo apreciava o peixe abundante e as casas reais usavam-no como fonte de dízima. E se a sardinha fosse fumada, cuja fama chegava a Veneza, o imposto era a dobrar.