Este 10 de Junho é “o momento para acordar” para a mudança necessária

“Percebemos mesmo o que se passou ou preferimos voltar ao passado”, questionou o Presidente da República na singela cerimónia de comemoração do Dia de Portugal no Mosteiro dos Jerónimos, em tempo de pandemia.

Seis convidados e dois oradores: as comemorações singelas do 10 de Junho
Fotogaleria
Seis convidados e dois oradores: as comemorações singelas do 10 de Junho
politica,portugal,rui-rio,antonio-costa,madeira,servico-nacional-saude,
Fotogaleria
politica,portugal,rui-rio,antonio-costa,madeira,servico-nacional-saude,
Fotogaleria
politica,portugal,rui-rio,antonio-costa,madeira,servico-nacional-saude,
Fotogaleria
Fotogaleria

No último discurso do seu mandato no Dia de Portugal, o Presidente da República lançou um desafio ao país: “O 10 de Junho é o momento para acordarmos” para a nova realidade que a pandemia nos trouxe e deve aproveitar-se “o instante irrepetível” para as mudanças necessárias e “fazer um Portugal com futuro”, evitando as soluções do passado.