Opinião

Aqueles que não podem ser excluídos dos programas

Pessoas que não existem para as estatísticas do sucesso do crescimento económico e das “contas certas”, que estão absolutamente desprotegidas pelo Estado.

“Gostava imenso que ele [António Costa Silva] viesse falar comigo e que visitasse um bairro social comigo para saber o que é preciso não descurar.” O desafio é de Isabel Jonet, presidente da Federação Portuguesa dos Bancos dos Alimentares contra a Fome, em entrevista ao PÚBLICO e à Rádio Renascença, na quinta-feira, em resposta à pergunta sobre que alerta daria ao gestor convidado pelo primeiro-ministro para coordenar a elaboração do documento-base do Programa de Recuperação Económica e Social (PRES) da crise criada pela paragem da economia devido à pandemia de covid-19. Um plano de intervenção estatal que deverá vigorar a partir de 1 de Janeiro, projectado para lançar linhas de acção governativa para uma década e que orientará a elaboração do Orçamento do Estado para 2021.