Foto

Um momento de publicação independente: Rock Bottom

Fanzines, edições de autor, livros de artista — nesta rubrica queremos falar de publicação independente. Rodolfo Mariano apresenta Rock Bottom.

Apresenta-nos a tua publicação.
Rock Bottom é uma antologia de banda desenhada de ficção fantástica semiautobiográfica composta por 100 episódios e publicada em vários volumes. O volume 5 foi publicado em Agosto de 2019. O volume final está planeado ser publicado no Outono 2020 após a publicação online do episódio n.º 100 (a série Rock Bottom foi publicada online originalmente e posteriormente publicada em fanzine).

Quem são os autores?
Eu próprio. Textos, ilustração, desenho e publicação. 

Do que quiseste falar?
A minha intenção inicial foi a de escrever e desenhar histórias divertidas interpretadas por personagens algo bizarras e/ou experimentais: animais engraçados, bonecos desgraçados, conversas ridículas entre elementos de um cenário negro, árvores e buracos falantes ou até objectos inanimados mais absurdos a reflectirem sobre patetices do dia-a-dia e coisas assim. Com a evolução natural do projecto, algumas histórias com uma estrutura mais convencional nasceram ou derivaram do “palco principal" Rock Bottom (por exemplo, as séries M.A.L., Ruínas e Bottoms Up).

Quando comecei a série em 2015/2016 sentia-me muito influenciado por uma certa ficção científica distópica obscura, fantasia absurda de qualidade duvidosa, novelas de capa e espada, romances de mistério soporíferos, o brilhante cinema italiano de horror, alguma outsider art de manicómio, gravura horror vacui romântica, música rock dos anos 70 (roubei o título Rock Bottom a um tema homónimo dos UFO, lendária banda de rock britânica), clássicos da literatura fantástica, alguma banda desenhada independente e miscelâneas afins reminiscentes de uma cultura impopular underground cheia de contrastes e textura, muito pouco ou altamente erudita, vastíssima e transversal a diferentes formas de expressão.

PÚBLICO -
Foto

Questões técnicas: quais os materiais usados, quantas páginas tem, qual a tiragem e que cores foram utilizadas?
Quando aprendi a fazer fanzines, imprimia em casa, recorrendo a técnicas simples e utilizando materiais modestos; actualmente, recorro aos serviços de uma tipografia local. À medida que o meu corpo de trabalho foi aumentando, senti necessidade de melhorar a qualidade do suporte final. Para melhor representar as páginas originais pensei simular o formato revista ou o típico livro de BD de distribuição comercial, mas mantendo um carácter artesanal fiel às páginas originais a tinta-da-china sobre papel. Este Rock Bottom Volume 5 é um fanzine com 36 páginas, tamanho A4. A impressão é digital a preto e branco sobre papel munken cream de 80 gramas, um tipo de papel com características parecidas às do papel que utilizei para o desenho original, a capa é ligeiramente mais pesada. Edição de 50 exemplares.

Onde está à venda e qual o preço?
Um exemplar pode ser adquirido mediante uma mensagem com o pedido via email ou através da minha loja online. Custa 5 euros, mais os custos de envio. A série também pode ser lida na íntegra gratuitamente no meu blogue/arquivo onde publico regularmente:

Porquê fazer e lançar fanzines hoje em dia?
A banda desenhada é uma disciplina artística que vive exclusivamente de e para a sua própria publicação. Os fanzines pelo seu carácter artesanal e experimental são um suporte excepcional: não só permitem a um autor apresentar e distribuir o seu trabalho de forma tradicional, como se de um livro convencional se tratasse, mas são também por si próprios um objecto artístico singular com um custo acessível. Faz todo o sentido criar e lançar fanzines, sempre. São objectos com uma personalidade maravilhosa, sujeitos a múltiplas expressões e disciplinas, de uma diversidade ilimitada, tão variados quanto os seus potenciais autores, autêntica matéria-prima de sonhos para um coleccionista.

Recomenda-nos uma edição de autor recente lançada em Portugal.
Kaos Urbano é um fanzine de publicação regular dedicado à subcultura punk underground e arredores. Este fanzine com vários participantes convidados inclui entrevistas com bandas activas no panorama nacional, ilustração, banda desenhada, poesia e ensaios. O último número (n.º 5, com oito anos de atraso, segundo o autor) foi publicado em Julho de 2019 e é acompanhado por uma compilação em cassete com 16 bandas de punk rock. Publicado no Porto pelo Fábio/Anoise Recs, músico, autor de fanzines, editor de discos e organizador de concertos.