Manuela Faria deixa direcção de escolas para presidir à ADSE

Mandato de Sofia Portela terminou em Março. Maria Eugénia Pires e Eugénio Rosa reconduzidos como vogais.

Foto
Subsistema de saúde dos funcionários públicos tem nova presidente Andreia Carvalho

Manuela Faria, de 61 anos, até agora directora-geral dos Estabelecimentos Escolares, é a nova presidente da conselho directivo do Instituto de Protecção e Assistência na Doença, I. P. (ADSE, I. P.), o subsistema de saúde dos funcionários públicos. A nova presidente substitui Sofia Portela, cujo mandato terminou a 16 de Março.

Maria Manuela Pinto Soares Pastor Fernandes Arraios Faria, licenciada em direito, foi nomeada em despacho conjunto dos ministérios das Finanças e da Modernização do Estado e da Administração Pública, publicado em Diário da República esta sexta-feira.

O despacho reconduz Maria Eugénia Pires e Eugénio Rosa como vogais para o novo mandato de 2020-2023.

Manuela Faria, licenciada em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, mestre em Ciências da Educação pela Universidade Católica de Lisboa e pós-graduada em Direito Administrativo pela Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, deixa o cargo de directora-geral dos Estabelecimentos Escolares, função que exercia desde 1 de Julho de 2018.

A ADSE tem dupla tutela, a do Ministério das Finanças e da Modernização do Estado e da Administração Pública. Este último liderado por Alexandra Leitão, ex-secretária de Estado Adjunta e da Educação no anterior Governo.