covid19,felgueiras,local,
Fotogaleria
Na YouShoes não houve lay-off e foi contratado um psicólogo para apoiar os trabalhadores Adriano Miranda
covid19,felgueiras,local,
Fotogaleria
Adriano Miranda
covid19,felgueiras,local,
Fotogaleria
Adriano Miranda
covid19,felgueiras,local,
Fotogaleria
Adriano Miranda
Fabricação
Fotogaleria
Adriano Miranda
covid19,felgueiras,local,
Fotogaleria
Adriano Miranda
covid19,felgueiras,local,
Fotogaleria
Adriano Miranda
covid19,felgueiras,local,
Fotogaleria
Adriano Miranda

Três meses depois do primeiro foco do país, como é a vida em Felgueiras?

Tudo começou depois de um empresário de Felgueiras ter sido o primeiro caso de covid-19 no concelho, que se tornou o primeiro foco nacional da doença. Três meses depois, é agora o futuro que assusta.

“A minha primeira reacção? Olhe, eu pensei logo: ‘Tinha mesmo de ser em Felgueiras, estamos sempre na linha da frente’. Foi muito estranho, não se falava de outra coisa. O povo andava sempre a olhar para os outros como se fôssemos todos uns criminosos. Eu nunca vi outra coisa assim, nem com a gripe das aves, nem nada disso”. É este o relato de Maria da Conceição, de 76 anos, mas podia ser o de muitos outros felgueirenses. Há cerca de três meses que o futebol e a política deixaram de ser os temas de eleição nos jardins e cafés da cidade e o tema passou a ser só um: o novo coronavírus.