Somos cada vez mais uma sociedade de máscaras

A máscara serve para muito mais coisas do que para proteger de uma pandemia. Uma exposição na Galeria Municipal do Porto quer mostrar como caminhamos para uma “sociedade de máscaras”. Nos EUA, as máscaras sanitárias também servem para protestar e dizer, mais um vez, Black Lives Matter. Este é o ano de todas as máscaras.

Foto
Paulo Pimenta

Usam máscaras a tapar o rosto, vestem-se de preto e tornaram-se mais visíveis em vários protestos nos Estados Unidos depois da eleição de Donald Trump. As suas acções podem terminar em confrontos físicos, como os que ocorreram em Charlottesville com os supremacistas brancos em 2017, ou em destruição de propriedade, tal como tem sido amplamente documentado na última semana.

Sugerir correcção