Ministra da Cultura promete “resolver de uma vez por todas” estatuto do profissional da cultura

“Mapeamento do sector” e “inquérito às condições laborais” para resolver “de uma vez por todas” o estatuto profissional da cultura foram temas no final da primeira reunião do grupo de trabalho interministerial desta sexta-feira, que as estruturas representativas dos trabalhadores da Cultura acolhem de forma “cautelosa”.

Foto
Graça Fonseca na conferência de imprensa do final da primeira reunião do grupo de trabalho interministerial constituído para analisar, actualizar e adaptar os regimes legais dos contratos do trabalho e de segurança social dos profissionais da cultura TIAGO PETINGA/Lusa

“Precisamos de um mapeamento do sector” e de um “inquérito abrangente às condições laborais” em que nele se exercem as diversas actividades para “resolvermos de uma vez por todas o estatuto do profissional da cultura”, disse Graça Fonseca ao final da tarde desta sexta-feira no Palácio Nacional da Ajuda, em Lisboa