Torne-se perito Crítica

Herberto Helder. Entre a alegria e o terror

Este livro que Herberto Helder nunca quis reeditar contém muito material autobiográfico de que é feita a obra deste poeta.

critica-livros,ler-devagar,critica,culturaipsilon,herberto-helder,livros,
Foto

Apresentação do Rosto forneceu matéria para outros livros, de prosa e de poesia, de Herberto Helder. Como os afluentes, ele foi diluir-se (mas apenas parcialmente) em correntes principais, tais como Os Passos em Volta e Photomaton & Vox. Para a história deste livro, importa saber que foi publicado pela editora Ulisseia em Maio de 1968, que foi imediatamente apreendido pela polícia política, sem outra razão que não fosse o de ostentar nalgumas passagens uma linguagem que, não sendo abertamente obscena, ofendia ainda assim o puritanismo das autoridades. Nas circunstâncias da época, era um livro apto a suscitar desconfianças. E certamente não apenas as da Pide.