Manuel Cintra (1956-2020): um poeta a tempo inteiro

Autor de mais de vinte livros de poemas, foi também tradutor, jornalista, actor e encenador.

Foto
Vitorino Coragem

O poeta Manuel Cintra foi encontrado morto esta terça-feira na casa onde residia sozinho em Lisboa, no Bairro Alto. Tinha 64 anos. O funeral realizar-se-á na segunda-feira, pelas 14h00, no Cemitério do Alto de São João, onde deverão ser lidos poemas em sua homenagem, segundo adiantou à agência Lusa a escritora Maria Quintans, amiga do escritor.