Arte e educação em Lugar Específico

O projecto nasceu em Lisboa, perto da Alameda, com o objectivo de trazer ao bairro propostas culturais alternativas.

Foto
DR

Dá pelo nome de Lugar Específico e nasceu em Lisboa, perto da Alameda, há pouco mais de um ano, para criar e dinamizar projectos onde a arte dá as mãos à educação.

“Um pequeno centro cultural de bairro, que traz ofertas culturais alternativas, independentes e de proximidade, procurando o envolvimento da comunidade”, refere a nota de apresentação, que aponta ainda o foco para a apresentação de artistas emergentes. Com o cenário artístico suspenso e com projectos a transitar para o modelo online, por força das circunstâncias, também o centro sentiu necessidade de mostrar a cara nas plataformas virtuais (site, Facebook e Instagram). 

Uma das ideias foi levar a arte às pessoas, com 50 propostas para 50 dias de confinamento. As dicas estão compiladas agora n’O Livro Prático de Actividades para os Tempos de Recolhimento, que pode ser consultado, gratuitamente, num ebook – por lá andam sugestões como pôr um feijão a germinar, fazer um teatro de sombras, montar um acampamento na sala ou cozinhar em família.

A ordem de trabalhos passa também por sessões online, podcasts, exercícios e residências artísticas, conversas, exposições e ateliês que estreitam os laços com a arte contemporânea.