Universidades privadas têm três anos para evitar perder o estatuto

Agência de Acreditação do Ensino Superior antecipa que apenas a Católica terá condições para manter designação com a aplicação das novas regras para os doutoramentos.

Foto
Goncalo Dias

As universidades privadas têm três anos para criarem centros de investigação que lhes permitam manter os doutoramentos que têm em funcionamento, sob pena de perderem a designação de universidade. A Agência de Avaliação e Acreditação do Ensino Superior (A3ES) avisa que apenas a Universidade Católica cumpre, neste momento, as condições exigidas pela nova legislação. Em causa está a lei de graus e diplomas que começa a produzir efeitos este ano.