Os homens que Costa chamou para ajudar o Governo noutras crises

Não é a primeira vez que António Costa recorre a um conselheiro externo ao Governo para responder a uma crise. Da reversão da privatização da TAP à resposta à greve dos motoristas e nos processos contra o SIRESP, o primeiro-ministro não hesita em olhar além do executivo para fazer face a adversidades governativas.

empresas,politica,antonio-costa,tap,bes,governo,
Fotogaleria
António Costa daniel rocha
empresas,politica,antonio-costa,tap,bes,governo,
Fotogaleria
António Costa Silva Miguel Manso
empresas,politica,antonio-costa,tap,bes,governo,
Fotogaleria
Guilherme Dray Duarte Roriz/Correio da Manhã
empresas,politica,antonio-costa,tap,bes,governo,
Fotogaleria
Pedro Siza Vieira Nelson Garrido
empresas,politica,antonio-costa,tap,bes,governo,
Fotogaleria
Diogo Lacerda Machado Manuel Roberto

Para António Costa Silva, o papel de conselheiro do Governo pode ser estreia, mas para o primeiro-ministro o recurso a alguém de fora do Governo para resolver um dossier mais complicado está longe de ser novidade. Sem passado na política ou no PS, o futuro de Costa Silva, o presidente executivo da petrolífera Partex que António Costa convidou para coordenar e negociar o programa de recuperação económica do país, não passa por integrar o executivo socialista, assegura o Governo. Mas a entrada de um conselheiro pontual no elenco governativo de António Costa não seria inédita. Já aconteceu com Pedro Siza Vieira, que hoje é o número dois do Governo de Costa.

Sugerir correcção