“Prendam pessoas” ou “vão parecer um bando de idiotas”, diz Trump aos governadores

Presidente dos EUA responsabiliza governadores pela violência dos últimos dias, rotulando-os de “fracos” e reforçando a mensagem da “lei e ordem”. Poder federal vai enviar forças antimotim para Miami e Washington.

Confrontos em frente à Casa Branca, na noite de domingo para segunda-feira
Foto
Confrontos em frente à Casa Branca, na noite de domingo para segunda-feira Reuters/JONATHAN ERNST

Na ressaca da sexta e mais violenta noite de protestos em dezenas de cidades dos Estados Unidos, que incluiu um cerco à Casa Branca, em Washington D.C., e a imposição de recolher obrigatório a uma escala territorial que não era vista desde o assassínio de Martin Luther King, em 1968, Donald Trump exigiu aos governadores uma resposta mais musculada para reporem a ordem, num país assolado pelo caos e pelas chamas, que tem saído à rua para contestar a morte de um afro-americano, George Floyd, em Mineápolis, às mãos da polícia.