p2,direitos-humanos,prisoes,saude,mundo,mocambique,

Moçambique: as máscaras de capulana que esbateram os muros da prisão

As prisões apresentam desafios particulares no que respeita à covid-19. Em Moçambique, onde nada é muito importante porque há sempre “coisas piores”, uma associação da sociedade civil mostra como, em tempos de pandemia, uma coisa pequena, o fabrico de máscaras de capulana, pode esbater os muros de uma prisão. E mudar a vida de, pelo menos, quatro detidos.

Se é verdade que neste período de quarentena nas prisões o isolamento é ainda mais difícil — onde se vive em tal insalubridade que cada dia de sobrevivência é uma vitória —, há pequenos gestos que fazem a diferença. Cada terça e sexta-feira, Zito Albino Mário vai dar aulas de costura na cadeia de Boane, na periferia de Maputo.