Uma casa a flutuar na ria de Aveiro

Podia ser só uma casa flutuante, mas não é. A experiência que ela tem para oferecer não se resume ao alojamento dentro de quatro paredes. Desde o pôr do Sol à presença constante dos pernilongos, são várias as vivências que levam o hóspede a sentir-se na fila da frente de um filme dedicado à ria de Aveiro.

Foto

Há imagens que merecem ser vistas em câmara lenta. Em especial aquelas que são proporcionadas pela natureza em estado puro. O pôr do Sol em plena ria de Aveiro, a dança das aves que por ali habitam, o vento que agita a água das marinhas de sal. Estamos na fila da frente para assistir a um filme dedicado à laguna aveirense e ao seu habitat. E em jeito de antestreia, uma vez que a casa-barco que nos permite usufruir de todas estas imagens só abrirá ao público a partir desta sexta-feira, 29. Estamos numa das duas boathouses que a Ostraveiro acaba de instalar na Marinha Passagem e que já estão preparadas para começar a receber os seus primeiros hóspedes.