Dino d’Santiago apresenta novo álbum no Campo Pequeno a 6 de Junho

Kriola foi lançado sem aviso prévio a 3 de Abril, já em pleno confinamento.

espectaculos,cultura,musica-portuguesa,concertos,culturaipsilon,musica,
Foto
DR

Foi a 3 de Abril, em pleno confinamento, que Dino d’Santiago resolveu lançar sem aviso prévio o álbum, Kriola. Nesse dia, na entrevista ao PÚBLICO em que revelou o lançamento, confessava não saber quando voltaria a pisar um palco para mostrar as canções novas perante o público. Pois bem, esta sexta-feira ficou a saber-se que será já no dia de 6 de Junho, no Campo Pequeno, em Lisboa. 

Nos dois últimos anos Dino d’Santiago transformou-se num dos artistas de maior alcance em Portugal. Em 2018 lançou o álbum Mundu Nôbu, com música consciente das suas raízes, fossem elas cabo-verdianas ou portuguesas, resgatando elementos de géneros como batuque, funaná, coladeira ou afro-house, mas ao mesmo tempo imprimindo aos elementos acústicos um balanço electrónico. O recente Kriola é um álbum de continuidade, mas com várias camadas de leitura, com canções criadas entre Londres e Lisboa, tanto reflectindo conflitualidades sociais e raciais, como posicionando-se enquanto espaço onde a crioulização é herança, encontro, criatividade e alegria.

Os bilhetes para o concerto variam entre os cinco e os dez euros. Nesta altura em que se avança para um novo patamar de desconfinamento, o Campo Pequeno, que já anunciou duas produções da Everything Is New, parece querer o rápido regresso à normalidade possível. Recorde-se que ali se apresentarão a 1 e 2 de Junho, em datas já esgotadas, o humorista Bruno Nogueira e a cantora Manuela Azevedo, com o projecto Deixem o Pimba em Paz, que terá participações especiais de Salvador Sobral e Samuel Úria.

Sugerir correcção