O Zoo de Lisboa faz anos e a festa é para todos – humanos e bicharada

Quinta-feira é o primeiro de quatro dias a festejar 136 anos, com surpresas para habitantes e visitantes, no terreno e online.

zoologia,passeios,jardim-zoologico-lisboa,animais,lazer,fugas,
Foto
Alguns animais vão ter direito a bolos de aniversário à sua medida Jardim Zoológico de Lisboa

Os chimpanzés vão ter direito a sobremesas especiais. Os okapis, a espetadas de folhas. Os elefantes, a frutas congeladas. Alguns, até a bolos e velas à medida da sua dimensão e dieta. Depois de quase dois meses de portões fechados por causa da pandemia, o Jardim Zoológico reabriu a 8 de Maio, “ainda com mais garra” – e mesmo a tempo de preparar esta celebração do 136.º aniversário. 

A festa começa a 28 de Maio, com “enriquecimentos ambientais que vão acontecer ao longo do dia em diferentes instalações por todo o zoo” e que pretendem “estimular os comportamentos naturais dos animais”, anuncia o parque.

Os visitantes também serão mimados. Há surpresas escondidas por todo o recinto, a descobrir por conta própria, e estão prometidas ofertas-surpresa, sem hora marcada. Quem fizer anos no mesmo dia do zoo pode contar com uma atenção extra: não paga para entrar. O programa das festas para humanos, que se estende até domingo, inclui ainda encontros com um biólogo junto aos tigres ou flamingos, sorteios de bilhetes duplos, inscrições em workshops e a possibilidade de apadrinhar o animal favorito, entre os mais de 2000, de 300 espécies, que ali vivem.

Além de se prolongarem por quatro dias, as comemorações galgam os portões de Sete Rios e estendem-se à montra virtual que o zoo montou, durante o confinamento, para manter o público a par das actividades e novidades da bicharada. Hoje realiza, pela primeira vez, visitas guiadas online, destinadas a famílias e recheadas de informações sobre as espécies e a missão do parque (às 11h e às 15h, através da plataforma de videoconferência Zoom). Vai também lançar no canal de YouTube À Mesa com os Tigres, um vídeo sobre os hábitos alimentares dos grandes felinos (sexta, às 11h). Finalmente, promove um Encontro com o Biólogo, guiado por uma pergunta: Invasoras, vêm para ficar? (domingo, às 11h).

Aos visitantes presenciais, o Jardim Zoológico deixa novas instruções para juntar aos já habituais mandamentos de não alimentar os animais e não tocar nos vidros. Na senda das recomendações da Direcção-Geral da Saúde, é preciso manter a distância de segurança, lavar/desinfectar frequentemente as mãos, utilizar máscara e evitar áreas com maior afluência. 

Deixa também o aviso de que, nesta fase, há zonas e atracções ainda encerradas, como a Baía dos Golfinhos, o Reptilário, as apresentações de aves, o carrossel, a quintinha, o comboio ou as lojas.