coronavirus,questoes-sociais,trabalho,empresas,saude,economia,
Gabriel Sousa

Covid-19: empresas preparam desconfinamento gradual e sem pressas

Regras novas de circulação nos edifícios e horários rotativos e desfasados são algumas das mudanças que esperam muitos trabalhadores no regresso a uma normalidade diferente.

Com o início da próxima fase de desconfinamento, a 1 de Junho, o teletrabalho, que tem sido a regra nos casos em que a actividade da empresa e a função do trabalhador o permitem, dará lugar a modalidades de “teletrabalho parcial”, como lhes chamou o primeiro-ministro, António Costa.