Unsplash
Foto
Unsplash

Alunos da UBI lançam movimento de alerta sobre o planeta

Movimento #TheMild20s foi criado por estudantes do curso de Ciências da Comunicação da Universidade da Beira Interior. Quer estimular a reflexão das pessoas com o planeta Terra após a pandemia covid-19.

Alunos finalistas da Universidade da Beira Interior (UBI), na Covilhã, distrito de Castelo Branco, criaram um movimento digital que pretende ser um espaço de alerta e reflexão global sobre a relação das pessoas com o planeta Terra.

Em comunicado enviado à agência Lusa, os dinamizadores do projecto explicam que o movimento digital #TheMild20s foi criado por alunos finalistas do curso de Ciências de Comunicação da UBI e que, além da relação com o planeta, terá em conta a nova realidade social que surgiu com a pandemia covid-19 e a consequente possibilidade de “começar uma época mais moderada, mais consciente, atenta ao próximo, ao mundo e à sua preservação”.

“Com base nos últimos acontecimentos relacionados com a pandemia da covid-19, o mundo parou para reflectir sobre a forma como a sociedade deve agir daqui em diante. De um modo geral, a campanha apresentará várias temáticas sobre as quais, todos juntos, poderemos trabalhar e pensar numa sociedade mais justa”, aponta a informação.

O movimento explica que a sua acção será desenvolvida por etapas e promovida nas redes sociais e nos órgãos de comunicação, “com o intuito de manter uma relação de proximidade e criar diálogo entre o público”.

A primeira fase passou pelo lançamento da campanha, com alguns desafios nas redes sociais, enquanto as outras três fases incluem um evento surpresa de mobilização colectiva e a criação da plataforma de diálogo “Our Mutual Differences”, que deve afirmar-se como uma forma de “compartilhar como estar dentro de casa pode ser igual ou diferente para várias pessoas, de vários países”. Também está prevista a realização de uma experiência social para melhor entender como o público responde à campanha.

A actividade do movimento pode ser seguida através do Instagram, no TikTok e no Facebook. Este projecto também conta a parceria da Candidatura da Guarda a Capital Europeia da Cultura 2027 e da Associação Académica da Universidade da Beira Interior.

Sugerir correcção