“Profissionais na linha da frente precisam de descansar e merecem ter um tratamento especial”

O alargamento de horários nos hospitais do SNS para recuperar a actividade que ficou por fazer por causa da pandemia implica ter mais assistentes técnicos, diz o presidente da Associação de Administradores Hospitalares.

Foto
daniel rocha

O presidente da Associação Portuguesa dos Administradores Hospitalares, Alexandre Lourenço, acredita que há agora uma janela de oportunidade para tentar trazer para o Serviço Nacional da Saúde alguns médicos e outros profissionais de saúde que ficaram sem remuneração durante dois meses nos hospitais privados.