Pares do Ímpar

Mas afinal, o que é a “hora da bruxa”?

Normalmente acontece quando o bebé tem três semanas de vida, atinge um pico às seis semanas e entre os 3-4 meses tudo isto finalmente termina.

alimentacao,familias,opiniao,saude,psicologia,doencas,
Foto
Ao mínimo sinal de sono, não estimule demasiado o bebé Irina Murza/Unsplash

A “hora da bruxa” é um momento do dia em que um bebé (mesmo estando anteriormente muito feliz) entra num período extremamente agitado, o que ocorre normalmente com frequência diária ao final da tarde ou da noite. Normalmente, a esta hora nada do que costuma acalmar o bebé durante o dia parece funcionar… É aquele momento terrível que pode durar 30 minutos, uma ou várias horas a fio, quando o bebé fica muito agitado e chora o tempo todo, sem que seja possível acalmá-lo com algo que, num período normal, o acalmaria.

Normalmente acontece quando o bebé tem três semanas de vida, atinge um pico às seis semanas e entre os 3-4 meses tudo isto finalmente termina. Mesmo que, enquanto pais pensemos que algo está errado com o nosso bebé, na verdade isto é apenas um período que faz parte do seu desenvolvimento, que durará apenas algumas semanas e cujo impacto poderá ser minimizado. No entanto, é realmente difícil superar este desafio, por isso seguem algumas dicas que o ajudarão a lidar com esta fase.

A hiperestimulação é inimiga do seu bebé
Não estimule demasiado o seu bebé. Deve desde cedo estimular as competências do seu bebé, podendo cantar, brincar e até ler uma história. Mas ao mínimo sinal de sono, não insista mais. Geralmente esperamos que o bebé esfregue os olhos ou abra a boca várias vezes para o colocarmos a dormir mas na verdade aí já temos um bebé híper estimulado, por isso antecipe esses sinais e coloque o bebé a dormir mal ele comece a não reagir a estímulos e a ficar com o olhar mais parado e vago. Normalmente, nestas idades (1-3 meses), após hora e meia a duas horas do bebé acordar poderá voltar a adormecê-lo para uma pequena sesta, sendo que estas são muito importantes para o seu sono nocturno e para o bom humor ao longo do dia.

Envolva o seu bebé num cheiro e sons calmantes
Uma das melhores coisas que pode fazer durante este momento é envolver o seu bebé. Pode deixá-lo encostar a cabeça no seu coração, porque este ritmo é o que ele costumava ouvir nos nove meses que esteve na barriga. Como é tão familiar para ele, tem um efeito tranquilizante. Os papás nestes momentos apenas precisam de ouvir e sentir o seu bebé. Se o aconchegarem bem, fazendo contacto pele com pele, irá ter o efeito de uma aromoterapia natural, com o melhor cheirinho do mundo. O cheirinho da mamã tem um poder calmante e verá que passados alguns minutos estará a dormir nos seus braços, porque é quente, aconchegante e tem o barulhinho e o cheirinho que ele adora.

Amamente o seu bebé com mais frequência
A maneira mais natural de estabelecer um óptimo vínculo afectivo é através da amamentação. Quando amamenta, o sistema nervoso do bebé desenvolve-se melhor e ele fica mais satisfeito. Pode amamentar o bebé a qualquer hora do dia ou quando ele pedir. Quando faz isso, o bebé fica de melhor humor, porque recebe bastantes vitaminas, minerais e ainda hormonas do “amor” (serotonina e ocitocina), através do leite. Lembre-se de que colocá-lo a arrotar é tão importante quanto alimentá-lo, porque não quer que o seu bebé sofra de cólicas.

Tomar banho com o seu bebé pode ajudar
É sabido que os bebés gostam de água e o som da água a correr acalma-os. Afinal, eles passaram os primeiros nove meses da sua vida a “nadar”. Na verdade, dar banho ao seu bebé é a melhor maneira de confortá-lo em todas as situações e acalmá-lo quando estiver agitado.

Tenha uma rotina de sono
Uma rotina normal de sono é algo que o seu bebé precisa mais do que pensa. É um grande mito saltar uma sesta do bebé para que este fique mais cansado para o sono seguinte ou para o sono da noite. Na verdade, isso irá deixá-lo mais exausto. Sabe-se que este período tende a acontecer entre as 17h e as 23h, se aliado a isso ainda saltarmos uma ou duas sestas teremos um bebé irritadíssimo e com muita dificuldade em acalmar e adormecer, por excesso de cortisol e adrenalina no seu pequeno cérebro. Por isso, uma rotina clara e consistente irá beneficiar o sono total do bebé, quer o diurno, quer o nocturno.

Façam turnos
Se está a enfrentar esse tipo de problema, é necessário pedir ajuda ao seu companheiro ou companheira. Mesmo que a mamã queira cuidar do seu bebé o tempo todo, não poderá levar-se ao limite da exaustão física e psicológica. Pedir ajuda não significa que é fraca ou que não é uma boa mãe. Significa apenas que é um ser humano que precisa descansar um pouco, repor as baterias para depois poder carregar as do seu bebé. Lembre-se de que precisa de cuidar de si mesma para poder cuidar do seu pequenote.

Use o ruído branco no sono do bebé
Criar filhos é muito mais fácil hoje do que há 20 anos. Anteriormente os papás tinham apenas o barulho “shhh” produzido pela sua própria boca. Actualmente, existem muitas tecnologias aprimoradas que podem ajudá-lo com os problemas do dia-a-dia. Uma delas é o chamado ruído branco que mascara outros sons que podem acordar o bebé e que é indutor do sono. Pode ainda usar o barulho do secador de cabelo. Ou então participar no nosso estudo da Melodia da Olívia e colocar a tocar durante o sono do seu bebé.

Dê um passeio com o bebé
Sair para dar um passeio (mesmo que seja curto), ao início da manhã ou da tarde é óptimo para a mamã e para o bebé. Os bebés precisam de apanhar algum sol (não directo) para começar a regular os seus ritmos circadianos do sono. A vitamina que o sol imana é de extrema importância para o seu sono. Para a mamã tem um bom significado porque quebra a rotina rígida que um bebé exige. O seu filhote irá ainda beneficiar dos sons da natureza, dos cheiros e de todos os estímulos do meio envolvente. Antes que o bebé fique demasiado estimulado, regresse a casa e verá que dormirá melhor de noite e passará a fase das cólicas com maior facilidade.

Cuide de si
A “hora da bruxa” não é o fim do mundo, o que está a acontecer é perfeitamente normal e os pais não devem ficar preocupados. É difícil de tolerar mas passa depois de algum tempo. Tudo que precisa de fazer é dormir quando o bebé dorme, para que tenha energia para o resto do seu dia. Não se deve culpar, pois todos os bebés passam por esta fase.

Tenha cuidado com a sua alimentação se está a amamentar
Se amamenta, o bebé chora constantemente e não consegue acalmá-lo, tenha cuidado com o que come. Evite alimentos que causem gases e agitação. Tente comer alguns alimentos leves para evitar estes problemas durante a amamentação. Se perceber que isto ajuda, saberá que o problema era da comida.

No fim de contas não haverá nenhuma outra pessoa no universo inteiro que consiga acalmar melhor o seu bebé, deixe-se apenas guiar pelo seu instinto primitivo e acredite que fará o melhor que consegue, sempre.