Beatrice Leanza

“Os museus servem para ter confrontos intelectuais honestos”

A nova directora vai estar a trabalhar “ao vivo” dentro de uma das exposições do museu que vai reabrir em Junho. Beatrice Leanza tem uma proposta surpreendente para o MAAT.

museu-arte-arquitectura-tecnologia,museus,artes,culturaipsilon,arquitectura,edp,
Foto
Beatrice Leanza na nova instalação ainda em fase de montagem da autoria do atelier norte-americano SO - IL

Na sua primeira entrevista, a nova directora do Museu de Arte, Arquitectura e Tecnologia (MAAT), a italiana Beatrice Leanza, afirma que quer que o museu lisboeta acolha “propostas corajosas”. Com o novo edifício do museu encerrado para obras desde Dezembro devido a estragos provocados pelo mau tempo, a reabertura do MAAT marcada para meados de Junho, ainda sem data exacta, vai revelar uma grande instalação de arquitectura efémera que abre uma nova entrada nas traseiras, virando o museu para Belém, para a cidade que serve.